Tag Archives: escola

Fim de semestre 

14 jun

Todo fim de semestre é a mesma situação: caras cansadas, olheiras profundas e animação zero para ir para a escola.

As meninas e eu, também, ficamos desejando um período de descanso para recuperarmos as baterias e os ânimos. Toda a empolgação do começo do ano letivo já se esgotou e nada melhor que umas boas férias para recomeçarmos.

Acredito que todos os alunos precisam de um momento sem pressão, sem atividades ou provas, sem o compromisso de acordar cedo e ter hora para tudo. Momentos para deixar as pernas para cima, colocar em dia as séries da TV e os livros de cabeceira. 

Nada como uma boas férias para que a cabeça refresque e a animação volte com força total.

Bjs

Nanda

Boletim escolar

8 jun

Quem não se lembra como era difícil o dia de entregar o boletim escolar em casa? Dava um frio na barriga, um suor frio só de pensar na bronca que levaríamos.

Os adolescentes de hoje não estão muito preocupados com as notas que recebem. Fazem pouco caso da situação e, sempre acreditam estar com a razão. A falta de maturidade é tanta que não percebem que estão jogando fora grandes oportunidades de aprendizado. 

Notas medíocres refletem o desempenho de um aluno medíocre. Fico me perguntando onde está a força de vontade, o querer, à vontade de crescer e se tornar um aluno bem sucedido?

Pouca dedicação, falta de interesse, muitas redes sociais, excesso de atividades extra curriculares são os principais motivos para o baixo desempenho dos alunos. O que precisamos fazer para que eles aprendam a definir prioridades e balancear os horários entre o estudo e o lazer?

Só não quero saber de ouvir que o boletim estava cheio de “amor”!

Bjs

Nanda

Gincana escolar

19 maio

Na minha época, a gincana se resumia em um fim de semana, quando as tarefas eram propostas e os gincanistas cumpriam as metas em pouquíssimo tempo. Nada era muito preparado, perfeito ou planejado nos mínimos detalhes.

A gincana dos tempos atuais começa 30 dias antes da data prevista. São milhões de tarefas que precisam ser cumpridas ao longo do mês. Uma completa correria de desconcentração dos estudos.

Arrecadação de materiais para doações, ensaios diários para as danças de abertura e encerramento, montagem de uma casa do suspense, bem assustadora e, outras tantas que sequer tomei conhecimento.

Nesse período, estudo que é bom vai pro “beleléu “!

Nem preciso comentar que estou doida para essa gincana acabar.

Bjs

Nanda

Rotina dos filhos 

16 fev

O ano enfim começou e a rotina volta ao normal. As aulas das filhas já começaram e tudo voltou a ser como antes. 

O despertador toca cedo e a correria se inicia. Difícil tirá-las da cama. Mais difícil ainda é fazê-las tomar um bom café da manhã.

Engarrafamento na entrada da escola, trânsito na volta para casa, “mãetorista” se deslocando de um lado para o outro para que todas as atividades sejam cumpridas.

“Menina, vá tomar banho”, “Menina, o almoço está na mesa”, “Menina, vá estudar “, e assim segue o dia atarefado…

Até que caio na cama, exausta, e vencida porque não consegui colocar as meninas nas suas camas. A energia delas não acaba e as inúmeras redes sociais acabam me vencendo. 

Vamos dormir pois amanhã é um novo dia!

Bjs

Nanda 

Apresentação de filha na escola 

2 nov

Mãe coruja é assim: no dia de alguma apresentação das filhas na escola, vou preparada para tirar trilhões de fotos e fazer muitas filmagens. Se pudesse, subia no palco junto com elas, mas… olha o mico!!!!

Me sinto uma mãe babando pela cria, admirando a filha com o maior orgulho do mundo e observando o seu crescimento a cada dia.

Desde a escolinha, quando as mães quase se estapeavam para conseguir o melhor lugar para visualizar as apresentações, sou fã de carteirinha dos desempenhos teatrais das minhas filhas. Hoje, ainda mais pois, vejo o esforço nos treinos e ensaios e a dedicação para que tudo saia o mais perfeito possível.

Mãe coruja é assim mesmo, desce lágrimas dos olhos quando vê suas filhas no palco.

Bjs

Nanda 

Pegando os filhos na escola

10 ago


Quem está acostumado à rotina de pegar os filhos na escola sabe bem o sufoco que passa diariamente. Filas de carro, engarrafamento, disputa por vagas e muitas mães enlouquecidas apostando corrida para ver quem resgata o seu filho primeiro.

O primeiro momento de tensão é mesmo na fila de carros quando temos que estar alertas a todo segundo. Não só para evitar que sejamos assaltadas mas, para não deixar que algum pai ou mãe desavisado entre em nossa frente. Ninguém merece, né? Para quem pensa que isso não acontece está muito enganado!

Em seguida, todas as mamães querem estacionar deus carros, mesmo aquelas com os filhos já grandes e sem consciência de que deviam facilitar o processo para as que, realmente, precisam entrar na escola.

Bom, já coloquei como meta em minha vida não me estressar com assuntos desnecessários! Evito chegar cedo e pegar as filas longas. Prezo pela segurança. Afinal de contas, não estou apostando corrida com ninguém, estou?

Bjs

Nanda 

Uma festa de sucesso

9 ago


Sou mesmo muito festeira e adoro organizar eventos. Especialmente, quando eles são especiais, envolvem momentos nostálgicos e pessoas do coração.

Quando falamos de amigos de infância, todo o sentimento aflora e a vontade que a festa seja perfeita me faz caprichar e dar o melhor de mim. Me dedico, sou intensa no que eu faço e busco alcançar a perfeição, mesmo sabendo ser impossível.

Mas, de nada adianta toda a infraestrutura de espaço, música, decoração, comidas e bebidas se a turma não se anima e cria o clima da festa. O verdadeiro espírito da comemoração depende de todos os presentes, da alegria contagiante, do brilho nos olhos e da animação de cada um. Uma festa de verdade se faz com gente!

E, a nossa festa de comemoração dos 25 anos da formatura do Colégio Marista foi um sucesso e inesquecível, exatamente pela alegria e animação contagiante de todos os colegas. De nada adiantaria todo o meu esforço, nada seria perfeito e a noite não seria maravilhosa sem a presença de cada um. 

Além do mais, não fiz tudo sozinha. O mérito do sucesso da nossa festa tem que ser dividido com os membros da comissão e, em especial, pela dedicação de Renatinha, Sebastian, Ana Carla e Caco.

Um beijo no coração de todos!

Nanda 

%d blogueiros gostam disto: