Tag Archives: educação

Vontade das filhas

15 jul

Claro que sou como toda a maioria dos pais e desejaria realizar todos os desejos das minhas filhas. Mas, como a vida não é um conto de fadas, seria irresponsabilidade da parte se eu fizesse isso.

Além do mais, para os adolescentes de hoje, o céu é o limite quando este limite se trata de desejos. Não seria um absurdo encontrar um deles por aí pedindo a lua ou o sol de presente.

Gosto de mostrar a realidade e a necessidade de se conquistar o que se quer. Tem que desejar, sonhar, ralar para conseguir, merecer e, muitas vezes, se frustrar e não almejar o objetivo.

Mesmo podendo, digo vários nãos pois acredito que eles fazem parte do estilo de educação que dou para as minhas filhas. E tenho dito.

Bjs

Nanda

Gente mal educada no teatro

4 jul

A pontualidade é uma virtude essencial para um bom convívio em sociedade. É a maior demonstração de respeito a outra pessoa.

Fico muito irritada quando estou em um cinema ou teatro e alguém entra no recinto durante a apresentação do espetáculo. Acho a maior falta de educação e desrespeito com aqueles que foram pontuais e chegaram no horário.

Acho corretíssimo as regras dos teatros no exterior. Lá, não tem choro nem vela, depois que o espetáculo começa, ninguém mais pode entrar na sala. Isso sim é educação e respeito!

Bjs

Nanda

Educação dos filhos

26 jun

Não vai existir uma fórmula correta sobre como educar corretamente um filho. Vários fatores interferem nessa equação como, por exemplo: a personalidade de cada filho, a cultura do local onde se vive, a linha de pensamento dos pais,etc.

Existe famílias em que o regime é mais ditatorial, em outras, há uma democracia na hora das decisões. O que não existe de verdade é um modelo mais certo do que outro.

Há famílias totalmente incorporadas com a mentalidade do século XXI, outras, ficaram presas ao século passado com ranços machistas e desatualizados.

Há ainda, as que são abertas às modernidades tecnológicas e permissivas aos exageros da juventude. Outras, preferem nem ouvir falar sobre o assunto em questão, proibindo seus filhos e acreditando (de olhos vendados) que eles são super obedientes.

Sou muito criticada pela forma que educo as minhas filhas. Mas, não abro mão da confiança e liberdade entre nós. Não vou voltar ao século passado por convenções da sociedade e pouco me importo com críticas e comentários. A hipocrisia não faz parte do meu ser.

No fundo eu acho que quem critica demais, se ressente por não conseguir agir de forma parecida ou por não ter uma relação aberta com seus filhos. Pronto, falei!

Bjs

Nanda

Filhos criados, trabalhos dobrados

3 jun

Minha avó era mesmo uma sábia. Ela costumava dizer que quanto mais os filhos cresciam, mais trabalho eles davam. E eu não entendia isso muito bem pois achava que a liberdade de poder me livrar das fraldas e mamadeiras já seria o melhor dos mundos.

Hoje entendo bem melhor o que ela queria dizer. Vejo minhas filhas quase criadas e os trabalhos enormes que ainda me dão. Não troco mais fraldas, nem dou comida na boca mas, me preocupo de todos os jeitos.

Se pudesse, pensaria por elas, resolveria os problemas do meu jeito e tudo andaria nos trilhos conforme as minhas regras. Mas, a vida não é assim e a vida de cada uma delas diz respeito a elas. As escolhas e o caminho a seguir não me cabe e não me pertence. Só me resta aconselhar e observar, além de torcer e rezar para que tudo dê certo.

Bjs

Nanda

Educação dos filhos

20 mar

É claro que sei que não existe uma fórmula certa para educar os filhos. Até mesmo porque cada filho é diferente do outro e as atitudes que funcionam com um podem não funcionar com o outro.

Mas, dá para ver claramente quando uma forma de educação não funciona ou, simplesmente, não vai funcionar. Aquelas crianças que são acostumadas a conseguirem tudo o que querem, não precisarem desejar nada, nem fazerem por merecer, não crescerão sabendo o valor que as coisas possuem.

Nunca vi filhos de pais ricos, que sempre tiveram tudo nas mãos, darem certo na vida. Eles não precisaram suar a camisa, nem trabalhar duro para construírem seus impérios. Pior ainda, quando isso acontece com os filhos de pais pobres. Estes, coitados, serão sempre uns coitados.

Independentemente de terem ou não recursos financeiros, precisam aprender a dar valor ao trabalho e a cada conquista para que se tornem adultos com força para vencer os obstáculos que a vida promove.

Nada de vida boa, nada de graça, só mesmo com muito estudo e trabalho as vitórias surgirão.

Eu prefiro criar minhas filhas mostrando o lado duro da vida e mimar meus netos, no futuro que me aguarda.

Bjs

Nanda

Questão de educação

17 dez

Quando a criança é pequena e deixa de cumprimentar um adulto ou faz uma malcriação, temos mania de dizer: “Deixa pra lá, é coisa de criança!” Mas, depois que cresce, a situação é bem diferente…

Vejo por aí, jovens imaturos, seguindo os comportamentos infantis, característicos da fase de crianças. São acostumados a terem tudo nas mãos, seus desejos realizados no exato momento em que desejam e não aceitam não como resposta.

Foram criados como reis e rainhas e se acham o centro das atenções do mundo. Querem que todos vivam em função de suas vontades e mudem seus hábitos e costumes para agradá-los a qualquer custo. Para piorar, esquecem os bons costumes de cumprimentar as pessoas com um simples bom dia e tratam os empregados como se fossem invisíveis ou inferiores que eles.

Acho triste encontrar pessoas assim mesmo que elas se justifiquem como tímidas. Tenho certeza que a vida se encarregará de ensiná-las como se comportarem de forma melhor no futuro.

Bjs

Nanda

Pais corujas

3 dez
O que mais vejo por aí são “pais corujas”! Daqueles que paparicam suas crias todo o tempo. Que controlam todos os passos dos seus filhotes e, não deixam que eles vivam por si próprios.
Muitos consideram seus filhos os melhores do mundo. São seres super perfeitos, os mais bonitos, os mais inteligentes, os mais educados, os mais mais em tudo.
Não abrem seus olhos para nenhum dos defeitos que eles possam ter. Seus filhos nunca cometem erros, não falham, não cometem deslizes…
Difícil conversar com alguém assim…
Bjs
Nanda
%d blogueiros gostam disto: