Tag Archives: educação

Dia do professor

15 out

Parabéns a todos os professores!

Que bom que temos um dia para homenagearmos aqueles que foram tão importantes para o nosso desenvolvimento intelectual. Que bom que podemos lembrar daqueles que fizeram diferença para a nossa educação.

Nos dias de hoje, a magistratura é uma carreira tão pouco procurada devido à falta de valor que atribuímos àqueles que contribuíram tanto para o nosso conhecimento.

Desconheço alguém que tenha alcançado o sucesso sem um professor para lhe ensinar as noções básicas do conhecimento.

Tive oportunidade de ter vários professores que fizeram diferença em minha vida. Alguns ainda na pequena infância, na minha escolinha do coração, Gurilândia, como Tia Vera; outros no decorrer da minha vida no Marista, como Lourdes Dantas, Eliana, Dadá e Zé Carlos; mais alguns na minha graduação profissional, como José Esper e outros tantos que os nomes me fugiram nesse momento.

Aproveito este dia para homenagear a todos os professores e incentivá-los a não desistirem dessa carreira tão importante na vida de todos.

Bjs

Nanda

Enrolação de adolescente

10 out

Ô fase difícil é essa adolescência. São contestadores, donos da verdade e desafiadores dos limites. Se acham adultos como se já tivessem toda a experiência do mundo.

Confesso que perco a paciência explicando os motivos que nós, pais, temos para dizer não e educá-los com alguma rigidez. Tudo isso cansa muito mas, fazer o quê?

Essa turminha é da pesada e não vê perigo em nada. Acredita que são superiores a todos os riscos e incapazes de sucumbirem a alguma tragédia.

Não estou sendo dramática mas, acho que a idade já está me deixando meio sem paciência. Tem horas que finjo de morta e não escuto o que estão falando e em outros momentos grito feito uma louca. Só assim para me escutarem.

O consolo é saber que tudo passa…

Bjs

Nanda

Carta a todos os filhos

9 out

Realmente eu fico me perguntando se eles entendem as palavras que nós, pais, falamos. Acho que a comunicação entre pais e filhos tem ficado muito difícil.

Os pais têm obrigação de passar os bons ensinamentos e princípios fundamentais para que os filhos se tornem pessoas maduras, fortes, decentes e com um futuro feliz. Esperamos que eles se realizem em todas as áreas mas, pedimos apenas, moderação e respeito.

Eles estão na idade do querer, de testar todos os limites, de correr riscos, de enfrentar seus medos. E nós, pais, temos a obrigação de guiar seus caminhos, estabelecer limites, dizer vários “nãos” e observar os seus crescimentos.

A aceitação do não faz parte do crescimento de uma pessoa e eles não compreendem e não aceitam bem as negativas. Elas não são para o mal. Elas os farão mais fortes.

Bjs

Nanda

Organização financeira

26 set

Sou da teoria que devemos treinar os nossos filhos para que eles criem um senso de organização financeira desde cedo. Isso não é fácil, principalmente quando a grana é pouca e a despesa muito variada.

O detalhe é que sem planejamento não tem riqueza que sobreviva, nem sonho que se realize, nem futuro próspero.

Por mais difícil que pareça, e realmente é, nós precisamos fazer conta e eleger prioridades para fazer o nosso dinheiro render. Não adianta pensar que a despesa sendo pequena não vai impactar no orçamento.

É por isso que acredito na importância de uma mesada na vida de um adolescente. Ele precisa aprender a sobreviver com aquela remuneração certa e a administrar

os seus gastos como gente grande. Dizem que “é de menino que se torce o pepino” e eu acredito que quanto mais cedo se aprende sobre educação financeira, mais provável é que ele se torne um adulto controlado e planejado.

Bjs

Nanda

Vontade das filhas

15 jul

Claro que sou como toda a maioria dos pais e desejaria realizar todos os desejos das minhas filhas. Mas, como a vida não é um conto de fadas, seria irresponsabilidade da parte se eu fizesse isso.

Além do mais, para os adolescentes de hoje, o céu é o limite quando este limite se trata de desejos. Não seria um absurdo encontrar um deles por aí pedindo a lua ou o sol de presente.

Gosto de mostrar a realidade e a necessidade de se conquistar o que se quer. Tem que desejar, sonhar, ralar para conseguir, merecer e, muitas vezes, se frustrar e não almejar o objetivo.

Mesmo podendo, digo vários nãos pois acredito que eles fazem parte do estilo de educação que dou para as minhas filhas. E tenho dito.

Bjs

Nanda

Gente mal educada no teatro

4 jul

A pontualidade é uma virtude essencial para um bom convívio em sociedade. É a maior demonstração de respeito a outra pessoa.

Fico muito irritada quando estou em um cinema ou teatro e alguém entra no recinto durante a apresentação do espetáculo. Acho a maior falta de educação e desrespeito com aqueles que foram pontuais e chegaram no horário.

Acho corretíssimo as regras dos teatros no exterior. Lá, não tem choro nem vela, depois que o espetáculo começa, ninguém mais pode entrar na sala. Isso sim é educação e respeito!

Bjs

Nanda

Educação dos filhos

26 jun

Não vai existir uma fórmula correta sobre como educar corretamente um filho. Vários fatores interferem nessa equação como, por exemplo: a personalidade de cada filho, a cultura do local onde se vive, a linha de pensamento dos pais,etc.

Existe famílias em que o regime é mais ditatorial, em outras, há uma democracia na hora das decisões. O que não existe de verdade é um modelo mais certo do que outro.

Há famílias totalmente incorporadas com a mentalidade do século XXI, outras, ficaram presas ao século passado com ranços machistas e desatualizados.

Há ainda, as que são abertas às modernidades tecnológicas e permissivas aos exageros da juventude. Outras, preferem nem ouvir falar sobre o assunto em questão, proibindo seus filhos e acreditando (de olhos vendados) que eles são super obedientes.

Sou muito criticada pela forma que educo as minhas filhas. Mas, não abro mão da confiança e liberdade entre nós. Não vou voltar ao século passado por convenções da sociedade e pouco me importo com críticas e comentários. A hipocrisia não faz parte do meu ser.

No fundo eu acho que quem critica demais, se ressente por não conseguir agir de forma parecida ou por não ter uma relação aberta com seus filhos. Pronto, falei!

Bjs

Nanda

%d blogueiros gostam disto: