Tag Archives: mãe

Dia das mães

13 maio

“Vc é mãe,

Vc é mulher,

Vc é filha,

Vc é o despertador,

Vc é a cozinheira,

Vc é a empregada doméstica,

Vc é a professora,

Vc é o garçom,

Vc é a babá,

Vc é a enfermeira,

Vc é uma trabalhadora braçal,

Vc é a agente de segurança,

Vc é a conselheira,

Vc é o edredom,

Vc não tem feriados,

Vc não tem licença por doença,

Vc não tem dia de folga,

Vc trabalha dia e noite,

Vc tá de plantão o tempo todo,

Não recebe salário e…

Ainda escuta a frase…

“Mas o que você faz o dia inteiro?”

Um texto que li por aí e achei que tinha tudo a ver com o dia de ontem. Espero que todas as mães tenham tido um lindo dia!

Bjs

Nanda

Tudo eeeeuuuuuuu

10 maio

Eu já nem reclamo mais, já sei que sou responsável por tudo mesmo…

Se falta pão, a culpa é minha, se a casa está suja, a culpa é minha, se a empregada não foi, a culpa é minha, se as filhas se atrasam, a culpa é minha.

Pegar a filha na festa é comigo, levar aos compromissos é comigo, cuidar da casa é comigo, até fazer a mudança de casa é comigo.

O apelido de Mulher Maravilha não é à toa e nem vem de hoje. Ser mulher, mãe e dona de casa sempre foi muito pouco. O estudo e o trabalho são combustíveis para a minha vida.

Mas, juro que não reclamaria se recebesse uma ajudinha da família!

Bjs

Nanda

Dezesseis

26 abr

Ainda lembro dos meus dezesseis anos. Tive uma adolescência tranquila e era bem focada nos estudos. Fazia farras, tinha muitos amigos e namorava bastante.

Fico comparando com os adolescentes dos dias de hoje. Minha filha faz dezesseis anos, exatamente hoje. Quantas diferenças…. Quantas modernidades! Quantas liberdades!

Vejo uma juventude muito mais livre e apta a fazer suas escolhas porém, presas em uma zona de conforto por escolha própria. Vejo os dezesseis tão maduros para muitas atitudes e, por outro lado, imaturos para a vida.

Desejo a ela que os dezesseis tragam a maturidade necessária para que ela tome os caminhos mais acertados e suas escolhas estejam de acordo com seus objetivos de futuro.

Parabéns, Bia!

Bjs

Nanda

Dia de beleza

12 fev

Quem tem filha mulher aí????? Sabe bem como é a gastança para manter a beleza da mocinha. Agora, imagine só a minha situação com duas princesas?!

Dia de salão de beleza é como uma facada no peito, um assalto à mão armada, um desfalque nas finanças, praticamente uma falência. Não há conta bancária que resista.

É claro que a beleza depende de investimento e, sendo mulher, esse investimento sempre é alto. Três cabelos para tratar e cortar, três unhas para cuidar e a lista de cuidados não tem fim…

Pois é, estou falida! Kkkkk. Só mesmo trabalhando muito para repor o caixa.

Bjs

Nanda

Filha caçula fora de casa

5 nov
De repente somos surpreendidas com a evolução das nossas filhas. Percebemos que elas cresceram e que estamos envelhecendo.
Minha caçulinha já faz coisas que não imaginava que já era capaz. Imaginem que ela viajou sozinha com o grupo da escola. Três dias longe de mim. Será que vou aguentar?
É muito difícil para nós, pais, encarar de frente que nossos filhos cresceram e estão desabrochando para a vida. A cada dia eles estão mais preparados para superar os desafios da vida e encarar sozinhos seus próprios obstáculos.
É difícil aceitar que o tempo passou, que não sou mais tão novinha como me acho! Como diz meu marido, eu ainda penso que sou gatinha!!!!
Bjs
Nanda

Mãe gincanista

22 out
Adorava participar das gincanas na minha época de colégio. E hoje, passado tantos anos, posso reviver um pouco a emoção dos cumprimentos de tarefas com a gincana da minha caçula.
Arrecadação de mantimentos e objetos de higiene pessoal para doação, tarefas meio malucas e inesperadas e show de dança das mães é o mínimo que pude ver e participar. 
De alguma forma essa colaboração deixa os nossos filhos felizes e nos leva de volta à adolescência. Ganhando ou perdendo, o resultado final não importa muito. O espírito de participação e de esforço para cumprir todas as tarefas é o que conta.
Bjs
Nanda

O que não fazemos pelos filhos?

1 out

Dizem que ser mãe é padecer no paraíso. E eu concordo plenamente.

Depois que os filhos nascem nós, mães, ficamos mais cautelosas e sentimentais. Queremos proteger as crias de qualquer forma. E, principalmente, queremos atender a todos os seus desejos.

Eu mesma me derreto toda e acabo me virando pelo avesso para realizar os sonhos das minhas filhas. É claro que tudo dentro do possível pois elas também precisam saber que nem tudo é possível.

Quem nunca pagou o mundo para trocar a passagem e chegar a tempo de ver a apresentação na escola da filha? Ou quem nunca passou mais de dez horas em um show de sertanejo, acompanhando a filha e as amigas?

Sei que essa fase vai passar. E elas vão crescer. E eu vou lembrar de tudo daqui a uns anos. Então, vou me esforçando para ver o sorriso delas enquanto eu posso.

Bjs

Nanda

%d blogueiros gostam disto: