Tag Archives: rotina

Tá puxado

19 fev

Nunca tive um início de ano dessa forma… Não estou com tempo nem pra respirar.

Normalmente, o ano começa em ritmo lento e as coisas vão se ajeitando. O ritmo só costuma aumentar lá pelo segundo semestre, quando nós já estamos aquecidos e preparados para o que der e vier.

Mas, o ano de 2019 começou com tudo. Já me sinto como se estivesse no final do ano, com milhões de atividades a cumprir, pendências a solucionar e metas a serem alcançadas.

Sim, eu sei que eu mesma procuro sarna para me coçar! Que mesmo descansando eu carrego pedras, que não paro nem por um segundo. Mas, reconheço que está puxado!

Bjs

Nanda

Mulheres Maravilhas

6 fev

Li esse texto e me identifiquei totalmente.

“Quando vêem que ela tem um lugar arrumadinho para morar, roupa bonita, cabelo alinhado, sobrancelha bem desenhada, um bom emprego, que os filhos dela estão sempre bem cuidados, que ela se mantém bem guardada e elegante, ninguém imagina que; Quando ela chega em casa, e figurativamente se despe, Há uma coleção de hematomas e cicatrizes.

Ninguém vê os esforços, ninguém olha a força que ela faz diariamente, para proporcionar as necessidades essenciais à ela, a sua família e as pessoas que a rodeiam.

Ninguém vê suas dores, mas ela segue carregando um turbilhão de sentimentos e cicatrizes, com a cabeça pesada mais levando um sorriso no rosto por onde passa.

MULHERES MARAVILHAS”

Autor: Não tive sorte em descobrir.

Bjs

Nanda

Acaba não, férias!

31 jan

Tudo o que é bom dura pouco. Acabou-se o que era doce…

É claro que sei que a vida boa não dura para sempre. Que precisamos trabalhar duro para conseguirmos a vitória na vida. Que as férias não teriam nenhuma graça se não fosse o ano inteiro de trabalho duro.

A minha preferência é pelas férias de verão e todo mundo já sabe disso. Quando o sol se vai e a temperatura abaixa perco o encanto e já começo a sonhar com as novas férias de verão.

Bjs

Nanda

Sofrendo por antecipação

30 jan

O mês de janeiro nem acabou ainda e eu já estou sofrendo por antecipação com o final das férias. A moleza deste mês está para acabar e os compromissos já começam a bater à porta.

Já me pego imaginando presa nos engarrafamentos, atrasada para os compromissos, estressada com as meninas, enlouquecida com a quantidade de atividades para dar conta.

Já começo a suspirar com saudades das minhas férias, sentindo a falta do mar, do sol, do verão, do meu bronzeado e da minha piscina favorita!

Dizem que só o peru morre na véspera mas, estou sofrendo por antecipação mesmo antes das férias terem acabado. Ai ai… Deixa eu tentar curtir o restinho de férias que me resta!

Bjs

Nanda

Cineminha durante a semana

17 ago

Tem gente que pensa que somente os fins de semana são propícios para uma ida ao cinema. Eu já penso exatamente o contrário. Não gosto das salas lotadas, do barulho exagerado e das enormes filas.

Adoro uma ida inesperada ao cinema no meio da semana. Especialmente, quando o marido faz o convite em plena segunda-feira. Não dá tempo de pensar em preguiça ou de deixar para depois.

Última sessão, sala de cinema tranquila, posso escolher o local que desejo sentar. Pipoca e guaraná para acompanhar aquele momento especial e inesperado. E só resta esperar a sessão começar.

Volto para casa relaxada e revigorada para o dia seguinte. Adoro a falta de planejamento de algumas coisas, amo ser surpreendida e curto muito sair da rotina. Esse negócio de mesmice não é comigo.

Bjs

Nanda

Férias das férias

19 fev

Quando uma pessoa retorna de férias devia estar super descansada e pronta para a rotina de trabalho e os afazeres diários da vida. Mas… não é bem assim que acontece.

Quando eu volto de férias, por exemplo, preciso de novas férias para descansar o corpo e relaxar. Não me sinto pronta para as tarefas diárias, para os compromissos agendados e para a velha rotina.

Aquela sensação de cansaço, dores nos pés de tanto andar, falta de energia e, na verdade, uma grande preguiça em retomar a vida, tomam conta de mim. A lembrança das férias voltam a todo momento e os dias de ócio fazem muita falta.

Por isso, digo e repito que preciso de férias das férias.

Bjs

Nanda

O tapete

18 nov

Alguns dias acordo me sentindo a verdadeira Mulher Maravilha, apelido carinhoso que ganhei por conseguir resolver milhões de coisas ao mesmo tempo.

Outros dias, eu acordo sem vontade de nada, me sentindo a pior das criaturas é incapaz de resolver qualquer questão.

Então, achei esse texto perdido pela internet, de autor desconhecido, mas com uma excelente reflexão.

“Acho estranho quando me perguntam como eu dou conta de tudo.

A resposta é simples, sem graça.

Eu não dou. Não dou mesmo.

Seleciono prioridades, foco no que dá, varro o resto para debaixo do tapete.

No dia seguinte levanto a beiradinha do tapete, retiro umas coisas, escondo outras.

Se hoje as crianças foram dormir sem escovar os dentes, amanhã isso será prioridade.

Se hoje o jantar foi o chinês “okesoboro”, amanhã um almoço fresquinho é a missão número um.

Meu tapete nunca fica vazio.Nunca.

Aliás, tem dias que entulho tanta coisa lá debaixo, que derruba o que tiver em cima. Brigo com o mundo, choro um pouquinho, me sinto a mais desequilibrada das mulheres, espero pelo dia seguinte.

Mas há manhãs em que acordo cheia de amor próprio. Dou risada deste auê todo. Ignoro o tapete já pau a pau com o Monte Everest, e vou bela e formosa (cansada e de piranha no cabelo) tomar um banho demorado.

Algumas tardes viro a revolucionária do tapete. Brota no corpo uma energia que sabe-se lá da onde veio (provavelmente do brigadeiro de colher que comi escondido 3 noites atrás). E lá vou eu disposta a colocar tudo em dia. E não é que eu quase consigo? Se não fosse pelo quase…

E é assim.

Frustrante, alegre, desesperador, feliz.

Um eterno varre, esconde, esvazia.

Não se deixe enganar, tem sempre um tapete.

Na casa de algumas ele fica mais visível, logo na sala. Já outras preferem usar o do corredor. Mas ele está lá. Tem que estar. Se não a gente enlouquece.

Por trás destas imagens, existe uma mãe comum. De carne, osso, querendo emagrecer no mínimo 3kgs, e jurando que amanhã não irá esquecer de cortar as unhas das crianças.

Com dias bons pra caramba, no estilo: “A vida é bela, poderia ter 7 filhos, viver numa casinha de sapê, e ser feliz para sempre”. E com dias de “quem sou, onde estou, quem são estas pessoas?”

O denominador comum é o amor, que quando colocado na balança quebra o ponteiro.

Vira o jogo. Não dá nem chance. O coração é invadido por gratidão.

E com lágrimas nos olhos agradecemos por tudo.

Até mesmo pelo tapete GG!”

(Autor desconhecido)

Bjs

Nanda

%d blogueiros gostam disto: