Tag Archives: adolescente

Partiu pro mundo

30 ago

Qual o adolescente não quer ter a experiência de um intercâmbio cultural em sua vida? Duvido que algum não queira.

Todos querem se sentir livres e independentes, longe de casa e da vigilância dos pais. Querem provar para o mundo que já são adultos e capazes de cuidar de si.

Chegou a hora da minha filha partir para novos ares, novas experiências, outro mundo. Que ela encha a sua vida de uma bagagem cultural e de vida que não seria possível por aqui. Que ela volte mais madura e adulta, pronta para as escolhas que terá que fazer no próximo ano.

Bjs

Nanda

Quarto de adolescente

17 maio

Quem já entrou em um quartos adolescente sabe bem a “zona” que é! Eles não se incomodam nem um pouco com a bagunça e possuem um estilo próprio de decoração.

Gostam de muita bugiganga e cada lembrancinha vira um motivo para decorar. As fotos dos amigos são mais importantes que as da família. E as roupas espalhadas fazem parte do contexto.

Não adianta querer impor o nosso estilo pois não funciona. Tento manter e exigir o mínimo de organização e possibilidade de habitação. Mas dizer que eu gosto, aí já é demais!

Ainda bem que essa fase passa!

Bjs

Nanda

Dezesseis

26 abr

Ainda lembro dos meus dezesseis anos. Tive uma adolescência tranquila e era bem focada nos estudos. Fazia farras, tinha muitos amigos e namorava bastante.

Fico comparando com os adolescentes dos dias de hoje. Minha filha faz dezesseis anos, exatamente hoje. Quantas diferenças…. Quantas modernidades! Quantas liberdades!

Vejo uma juventude muito mais livre e apta a fazer suas escolhas porém, presas em uma zona de conforto por escolha própria. Vejo os dezesseis tão maduros para muitas atitudes e, por outro lado, imaturos para a vida.

Desejo a ela que os dezesseis tragam a maturidade necessária para que ela tome os caminhos mais acertados e suas escolhas estejam de acordo com seus objetivos de futuro.

Parabéns, Bia!

Bjs

Nanda

Cineminha adolescente

17 abr

Confesso que eu adoro fazer programas adolescentes, principalmente se estiver com a companhia das minhas filhas. Me divirto com os comentários que elas e suas amigas fazem.

Um cineminha no meio da semana para assistir um filme romântico e bem picante é um convite irrecusável. Mesmo cansada, morta de sono e desejando uma cama, lá fui eu… Curti!

Esqueci o sono, a vontade de dormir, deixei o cansaço de lado e me deixei levar pelos encantos da adolescência.

Sou mesmo assim…

Bjs

Nanda

Dia de boletim

8 jun

Está chegando o dia de receber o boletim das meninas. Fico ansiosa pois gosto de ver o resultado do esforço delas.

Muita gente diz que nota não reflete o verdadeiro aprendizado. Eu até concordo, em parte, só que ainda não descobriram outra forma de avaliação dos alunos que não seja através das notas.

Acho que todo aluno deve fazer sua parte e se esforçar por bons resultados. Isso é mais que uma obrigação, funciona como se fosse a meta de um trabalho. Afinal de contas, eles precisam se acostumar com as dificuldades da vida profissional do futuro.

Para mim, boletim com notas abaixo da média é sinal de que a cabeça está voando, o tempo para o lazer está atrapalhando os estudos e a TV e internet estão sendo usados além da conta.

Vamos ver no que vai dar!

Bjs

Nanda

De volta à adolescência

18 dez

O tempo passa, o corpo muda, amadurecemos, acumulamos experiência e, aos poucos, envelhecemos. Mas, as lembranças da juventude nos acompanham para o resto da vida.

Quando nos tornamos mãe, temos uma nova chance de viver um pouco da adolescência novamente. Acompanhamos o desenvolvimento de nossos filhos e a superação de cada etapa na vida deles.

Agora chegou a minha fase de acompanhar as meninas nas festas, eventos e, até mesmo, no carnaval de Salvador.

Ontem foi o dia do Festival de Verão. Curti cada momento desde a compra dos ingressos, expectativa pelos shows, escolha do look do dia e a festa em si. Acompanhada de vários adolescentes, tentei me adequar ao estilo deles e não me sentir um peixe fora d’água. Aprendi as letras das músicas e as danças para ficar enturmada e parecer também como uma adolescente.

Enfim, ontem eu voltei a ter 18 anos!

Bjs

Nanda

Adulto que não cresce

5 jun

Dizem que filho a gente cria para o mundo e eu concordo com isso. Devemos dar educação, conhecimento e noções de mundo para que ele se desenvolva e voe por conta própria fazendo a sua história.

Não podemos querer que ele siga nossos passos, viva a nossa vida e sonhe os nossos sonhos. Seria frustrante para ele não ter se tornado uma pessoa completa.

E é nesse conflito que conheço algumas pessoas que se perderam na hora do voo solo. Não conseguem desgrudar dos pais, tem medo de crescerem ou de se tornarem adultos. Vivem uma vida infantilizada e sem nenhuma credibilidade perante a sociedade.

Serão eternos sofredores, sem nenhuma realização ou sentimento de vitória. Estão ligados à adolescência por toda a vida é não conseguem andar por conta própria. De quem seria a culpa?

Bjs

Nanda

Início da adolescência 

5 abr

A organização mundial da saúde determinou que a adolescência é o período da vida compreendido entre os 10 e 20 anos.

Mas, como assim??? Uma criança de dez anos já é um adolescente? Essa é a pergunta que muitas mães se fazem e lutam contra a resposta afirmativa. Se recusam a aceitar que seus filhos cresceram, que estão desgrudando da barra da saia da mãe.

Podemos perceber que nossos filhos cresceram quando o comportamento muda, quando elas não querem mais boneca, nem vestir vestidos de bebês, quando eles já pensam em namoradas e não querem mais cabelos cortados ao gosto das mamães.

Sou testemunha da luta e do desespero de muitas mães que relutam em enxergar os seus filhos crescidos, que não aceitam que o tempo passou, que não encaram a nova fase que está por vir. Mas, como não sou profissional especializada no assunto, assisto de camarote a angústia de cada uma.

Bjs

Nanda

Cumprindo as obrigações 

16 mar

É verdade que todo mundo tem obrigações na vida. Nada cai do céu ou acontece de graça. Todas as conquistas chegam após muito trabalho.

Porém, vejo muitos adolescentes sem compromissos, sem espírito de cooperação e sem consciência de que são parte de uma sociedade. Não querem assumir nenhum tipo de responsabilidade e não se oferecem para nenhum tipo de ajuda.

Se recusam a cumprir simples tarefas tais como: passeio e cuidados com o cachorro, tirar e colocar a mesa, arrumação do quarto, compras, pendurar roupas no varal, lavagem de louça, etc.

Não fui criada assim e não admito gente ociosa dentro de casa. Para o bem estar de todos é preciso de uma colaboração mútua e bom senso.

Bjs

Nanda 

Farda de adolescente 

15 mar

Quem tem filho adolescente deve passar os mesmos “perrengues” que eu passo. Posso investir milhões em um guarda-roupa variado para a menina e nada adianta. As escolhas são sempre as mesmas.

Eles resolvem sair em grupos e as roupas estão sempre padronizadas. Todas vestem um tipo de farda composta de shorts “piriguete” e blusa curta. Não importa o horário ou evento, a roupagem é a mesma.

Ainda me lembro das recomendações de minha mãe com relação ao traje adequado a cada ocasião. Sabíamos muito bem que tipo de roupa combinava com que evento. Festas à noite e shorts eram totalmente incompatíveis. 

Confesso que estou meio cansada de repetir as mesmas palavras, fazer as mesmas observações e reclamar do mesmo comportamento. Já esgotei a minha paciência tentando ensinar um pouco de elegância e bom comportamento a minhas filhas e constatar que todos os meus argumentos entram por um ouvido e saem pelo outro. Será que elas escutam o que eu falo?

Bjs

Nanda 

%d blogueiros gostam disto: