Tag Archives: independência

Independência do Brasil

7 set

“Ouviram do Ipiranga, às margens plácidas…” um grito de guerra: “Independência ou morte!”, naquele sete de setembro…

E no que deu? Como estamos hoje? Que Brasil é esse? Mudou alguma coisa ou somente a presença da família real?

Vivemos em um Brasil livre e, ao mesmo tempo, preso em uma teia de corrupção. Estamos presos em uma economia frágil e que pode desmoronar na primeira tempestade.

De qualquer forma, vivemos bem melhor do que estaríamos se ainda fôssemos colônia de Portugal.

Viva o Brasil!

Bjs

Nanda

Dois de julho

2 jul

A Independência da Bahia foi um movimento que durou mais de um ano e tinha como objetivo a emancipação do povo baiano.

De um lado, os portugueses tentando manter a Bahia ainda como colônia e do outro lado, brasileiros interessados em ratificar e consolidar a independência do Brasil.

Diferente da pacífica independência brasileira, a independência baiana foi consolidada após muitas batalhas por mar e terra e inúmeras mortes.

Somente no dia 22 de julho de 1823 a Bahia conseguiu se livrar de seus dominadores e confirmar a sua liberdade.

“Nasce o sol a 2 de julho

Brilha mais que no primeiro

É sinal que neste dia

Até o sol, até o sol é brasileiro

Nunca mais, nunca mais o despotismo

Regerá, regerá nossas ações

Com tiranos não combinam

Brasileiros, brasileiros corações (refrão)

Salve, oh! Rei das Campinas

De Cabrito à Pirajá

Nossa pátria hoje livre

Dos tiranos, dos tiranos não será

Refrão

Cresce, oh! filho de minha alma

Para a pátria defender

O Brasil já tem jurado

Independência, independência ou morrer

Refrão “

Bjs

Nanda

Independência do Brasil

7 set

Mais um ano para comemorarmos a soberania do nosso país. E dessa vez, gostaria de falar um pouco sobre o Hino Nacional.

Será que algum de vocês sabe a letra completa? Ou só cantam se ele estiver sendo tocado ao mesmo tempo? A letra é grande, com palavras difíceis mas, a beleza do texto é inenarrável.

“Ouviram do Ipiranga as margens plácidas

De um povo heroico o brado retumbante

E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos

Brilhou no céu da Pátria nesse instante

Se o penhor dessa igualdade

Conseguimos conquistar com braço forte

Em teu seio, ó Liberdade

Desafia o nosso peito a própria morte!

Ó Pátria amada

Idolatrada

Salve! Salve!

Brasil, um sonho intenso, um raio vívido

De amor e de esperança à terra desce

Se em teu formoso céu, risonho e límpido

A imagem do Cruzeiro resplandece

Gigante pela própria natureza

És belo, és forte, impávido colosso

E o teu futuro espelha essa grandeza

Terra adorada

Entre outras mil

És tu, Brasil

Ó Pátria amada!

Dos filhos deste solo és mãe gentil

Pátria amada
Brasil!

Deitado eternamente em berço esplêndido

Ao som do mar e à luz do céu profundo

Fulguras, ó Brasil, florão da América

Iluminado ao sol do Novo Mundo!

Do que a terra mais garrida

Teus risonhos, lindos campos têm mais flores

“Nossos bosques têm mais vida”

“Nossa vida” no teu seio “mais amores”

Ó Pátria amada

Idolatrada

Salve! Salve!

Brasil, de amor eterno seja símbolo

O lábaro que ostentas estrelado

E diga o verde-louro desta flâmula

– Paz no futuro e glória no passado

Mas, se ergues da justiça a clava forte

Verás que um filho teu não foge à luta

Nem teme, quem te adora, a própria morte

Terra adorada

Entre outras mil

És tu, Brasil
 

Ó Pátria amada!

Dos filhos deste solo és mãe gentil

Pátria amada
Brasil!”

Viva a independência do Brasil!

Bjs

Nanda

Independência dos filhos

19 jun

Quando os filhos crescem e vão aprendendo a voar nos deixam de cabelos arrepiados apenas pelo fato de que, em breve, eles deixarão as nossas asas.

Nesse momento, precisamos ficar de olhos abertos, atentos aos movimentos e aguardando o momento de ajudá-los, quando gritarem por socorro. Não podemos fazer todo o esforço por eles senão, estaríamos dificultando o processo de aprendizagem.

Nossa obrigação é prepará-los para a vida, deixando que eles caiam, batam a cabeça e, por fim, aprendam com seus próprios erros. E, consequentemente, construam o seu próprio caminho.

O difícil é conseguir ficar de palanque, observando erros que já cometemos, dificuldades que já superamos e assistindo um processo de amadurecimento que já vivemos.

Essa é a difícil missão dos pais…

Bjs

Nanda

Independência ou morte!

7 set

  
Liberdade é um dos sentimentos mais importantes que um ser humano pode ter. O poder de decisão sobre o ir e vir, sobre o que fazer, pensar e querer desperta nas pessoas a sensação de serem fortes e donos dos seus próprios narizes.

Talvez, o grito de independência de D. Pedro, às margens do riacho Ipiranga tenha tido este sentido, o de transformar o Brasil em um país forte e livre. Mas, depois de mais de um século de independência eu me pergunto: somos livres de que, por que e de quem?

Não somos livres da fome e da miséria, não somos livres da corrupção e dos ladrões, não somos livres para uma boa assistência à saúde, não somos livres para o acesso à boa educação. Será que, realmente, somos livres para pensar, falar e sonhar em uma país melhor?

Bjs

Nanda

%d blogueiros gostam disto: