Tag Archives: preconceito

Bom senso

11 jul

Se tem uma coisa que Deus me deu nessa vida foi uma dose extra de “me mancol”. Gosto de não ser inconveniente e não extrapolar os limites e direitos das outras pessoas.

Por outro lado, não me sinto inferiorizada quando me coloco no meu lugar. Para mim, elevador social é para quem transita socialmente naquele espaço. Quando estou ou costumava estar a serviço, usava o elevador de serviço pois tinha plena consciência que nenhum cliente queria encontrar com uma engenheira suja de poeira e suada. O mesmo faço quando chego da academia, subo pelo elevador de serviço para evitar me encontrar com os moradores tomados banho e prontos para o trabalho.

O bom senso está deixando de existir na nossa sociedade. Tudo se transformou em motivo de preconceito, racismo e segregação. Quando eu afirmo que uma negra é linda, sou logo acusada de racista. Fico me perguntando: e quando digo que uma loira é lindíssima? Ou uma morena é maravilhosa? Na minha ingenuidade eu achava que os adjetivos loira, morena e negra eram apenas para descrever um pouco mais a qualidade das mulheres. Mas, enfim…

Quando será que vamos entender a cabeça desse povo tão preconceituoso e criador de caso? Segue o baba…

Bjs

Nanda

Músicas de carnaval

9 mar

A moda do ser politicamente correto atingiu em cheio a criatividade dos compositores de músicas do carnaval brasileiro. Tudo o que ouvíamos e dançávamos agora é proibido.

A cabeleira do Zezé, a cueca que virou pano de prato, Maria Sapatão, O teu cabelo não nega mulata, Mamãe eu quero mamar, Foi a camélia que caiu do galho deu dois suspiros e depois morreu, e tantas outras…

Mais recentemente abrimos a rodinha, nos encantamos com a Nega do cabelo duro que não gosta de pentear, subimos a ladeira com o negão e muito mais…

Sinceramente, não vejo maldade nas músicas. Vejo maldade nos homens, na insatisfação do que são e na necessidade de sua aceitação pelo mundo. 

E, como grande consequência, o empobrecimento musical. Agora, só se fala de bunda e de novinhas.

Bjs

Nanda

Sistema de cotas

5 out

Sou contra todo o tipo de preconceito. Para mim, todos são iguais perante a Deus.

Por isso, estou decidida a instituir o regime de cotas na minha vida.

Para o cargo de cozinheira, 50% das candidatas devem saber cozinhar e os outros 50% não precisam saber nem fritar um ovo.

Para o cargo de babá, metade das candidatas devem gostar de crianças e a outra metade não precisa nem simpatizar com elas.

Para o cargo de secretária, a leitura e a escrita não serão critérios de seleção mas, os cargos serão ocupados por negras, loiras, morenas, ruivas e orientais em proporções iguais.

Pessoas com deficiência física são bem vindas para todos os cargos da empresa. Os únicos problemas são a falta de vagas e rampas para deficientes, sinal de trânsito, faixa de pedestres ou gerador no prédio, para o caso de faltar a luz.

Para o cargo de engenheiros, não importa se eles são competentes ou experientes no tipo de construção que irão trabalhar. O que importa mesmo é se eles são magros ou gordos, bonitos ou feios, etc.

Acho que dessa forma estarei sendo igualitária e lutando contra o preconceito no nosso país!

Concordam?

Bjs

Nanda

%d blogueiros gostam disto: