Matando a saudade 

4 jul

Quando sentimos saudade de alguém ficamos com vontade de ver essa pessoa, de abraçá-la e de enchê-la de carinho. Imagina, então, se essa pessoa é a nossa filha!

Vinte dias longe e a saudade não cabe no peito. A vontade que tenho é de apertá-la, cheirá-la e conferir se não falta nenhum pedaço.

Quero saber de todas as novidades, experiências vividas, micos sofridos e desafios vencidos. Quero saber de tudoooooo.

Quero ter certeza que ela soube se virar, resolver seus problemas, ser dona do próprio nariz. 

Enfim, quero lamber a cria, curtir a filhota, fazer suas vontades e enchê-la de mimo!

Com licença…

Bjs

Nanda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: