Tag Archives: vida

O tempo voa

19 set

Muitas vezes acordamos em cima da hora para o nosso primeiro compromisso diário. E em seguida, corremos para outro compromisso e, mais outro, outro e outro.

Vivemos em uma correria louca,saindo de uma atividade para outra, enfrentando um trânsito enlouquecedor e pressões por todos os lados. Não conseguimos admirar as belezas naturais que nos rodeiam e que estão na frente dos nossos olhos por todos os lugares.

Chego ao fim do dia com a agenda de atividades inacabada, coisas por fazer, e uma sensação de cansaço enlouquecedora. Corro contra o tempo e, por mais que continue correndo, os compromissos saltam aos meus olhos.

A vida de hoje é corrida, cheia de compromissos a cumprir e aquele que fica para trás é engolida por ela. Sigo seu ritmo mas, me permito um pouco de ócio e relaxamento para admirar as belezas naturais existentes. Espero que a maioria das pessoas façam a mesma coisa.

Bjs

Nanda

*A VIDA*

31 ago

Achei esse texto tão lindo que resolvi compartilhar com vocês.

“Depois de muitas quedas, eu descobri que, às vezes, quando tudo dá errado, acontecem coisas tão maravilhosas que jamais teriam acontecido se tudo tivesse dado certo.

Eu percebi que quando me amei de verdade pude compreender que, em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa.

Então pude relaxar… pude perceber que o sofrimento emocional é um sinal de que estou indo contra a minha verdade.

Parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.

Desisti de querer ter sempre razão e com isso errei muito menos vezes.

Desisti de ficar revivendo o passado e de me preocupar com o futuro. Isso me mantém no presente, que é onde a vida acontece.

Descobri que na vida a gente tem mais é que se jogar, porque os tombos são inevitáveis.

Percebi que a minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando eu a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.

Também percebi que sem amor, sem carinho e sem verdadeiros amigos a vida é vazia e se torna amarga.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo…”

(Mário Quintana)

Bjs

Nanda

Projeto Vida, cada um cuida da sua

4 jun

Tenho um hábito antigo de não me intrometer na vida dos outros. Sou curiosa em muitos momentos mas, quando o assunto não me diz respeito e nada me acrescenta, nem me interesso.

Me incomoda quando vejo pessoas comentando sobre a vida alheia, agindo como se fossem juízes, julgando e condenando as pessoas sem o menor índice de “desconfiômetro “.

Penso que somos todos humanos e, como tais, somos suscetíveis a erros e arrependimentos. Todos temos telhado de vidro e podemos estar no lugar daquele que estamos condenando em pouquíssimo tempo.

Procuro agir de acordo com a ética e com os bons costumes. Evito me envolver com problemas alheios e , mais ainda em julgar as atitudes das pessoas. Sigo direitinho o Projeto Vida, cada um cuida da sua.

Bjs

Nanda

Jogando a toalha

12 mar

Tudo na vida depende de dedicação e persistência. Não conseguimos nada sem esforço e muito trabalho. Mas, tem momentos em que precisamos reconhecer a hora de jogar a toalha e desistir.

Muitas vezes, a desistência faz parte da mudança de estratégia para atingir os mesmos objetivos. Outras vezes, ela nos faz repensar a vida, nossos sonhos e nossas prioridades.

Não podemos considerar que a desistência é uma atitude de fraqueza ou de força de vontade de seguir vivendo. De forma alguma… O momento de recuar deve ser encarado como uma atitude sábia para evitar gastos desnecessários de energia e desgaste entre as pessoas.

Já joguei a toalha em diversos momentos de minha vida e continuarei jogando sempre que achar prudente e necessário. Mas, é bem verdade que essa não é uma atitude muito simples e comum para nós, arianos.

Vida que segue!

Bjs

Nanda

Escolhas

7 mar

Desde muito cedo somos ensinados a fazer escolhas em nossa vida. A vida é assim.

Como diz a música Trem Bala, de Ana Vilela, “A gente não pode ter tudo. Qual seria a graça do mundo se fosse assim?”

As escolhas são necessárias para aprendermos a priorizar os nossos caminhos, elencar nossas metas, traçar o nosso planejamento de vida. E, claro, nos prepararmos para mudar e replanejar também.

Nem sempre as escolhas são fáceis ou simples. Inclusive, muitas delas não dependem somente de nós e dos nossos desejos. Vivemos em sociedade e filhos e família contribuem em muitos pontos para direcionar os nossos caminhos.

Não é raro vemos pessoas infelizes por dentro mas, satisfazendo a todos ao seu redor. Definitivamente, essa não sou eu e nem serei. Rsrsrsrs

As escolhas podem ser tomadas com base na razão, quando refletimos e decidimos algo porque achamos ser o melhor para nós e para o nosso futuro, ou com base na emoção, quando levamos em conta apenas os nossos sentimentos sem medirmos as consequências a longo prazo. Cada um é de um jeito e consegue agir da forma mais apropriada para si.

Aprendi a não julgar e, acredito que ninguém merece ser julgada também sobre cada escolha. A vida é assim…

Bjs

Nanda

Laços e nós

6 mar

Desde o dia em que nascemos começamos a construir nossas raizes e estabelecer os laços com as pessoas a quem amamos.

Criamos laços não só com pessoas mas, muitas vezes, com objetos, coisas e sensações.

Com o passar dos anos, vamos amadurecendo e transformamos esses laços em nós. Nos apegamos às pessoas com tal força que já não conseguimos mais separar os sentimentos.

Enquanto os nós são feitos entre pessoas, tudo está muito bem. Mas, e quando esses nós são criados entre pessoas e coisas? A situação ainda é natural?

Na verdade, o que mais existe por aí são as pessoas apegadas aos seus bens materiais, movidas pela força do dinheiro, indecisas em suas questões por não conseguirem desatar os nós criados.

Ai, como eu ainda preciso evoluir…

Invejo aqueles desprendidos de tudo, que saem no mundo em busca de suas aventuras e verdades sem nenhum tipo de preocupação financeira ou emocional com as questões pequenas.

Um dia eu chego lá!

Bjs

Nanda

O tempo está voando

28 fev

Como assim? O ano mal começou e o segundo mês já acabou? Tenho a impressão que o tempo está passando mais rápido que o normal.

Quando somos crianças sentimos muita ansiedade em completar quinze anos para que a liberdade seja ampliada. Nessa época, o tempo demora a passar.

Quando somos adolescentes queremos que o aniversário de dezoito anos chegue logo para que possamos ser donos dos nossos narizes.

Quando alcançamos a maioridade queremos completar vinte e cinco anos para que estejamos formados e donos do próprio dinheiro.

Aos vinte e cinco desejamos a estabilidade econômica e a família formada, coisas que, geralmente, alcançamos aos trinta.

Mas, depois disso, queremos que o tempo não passe. Desejamos a juventude para a eternidade. Fazemos de tudo para manter o viço da pele e a forma do corpo. Mas, é justamente aí que o tempo começa a voar.

Como já passei dos trinta, o tempo, para mim, já está voando. Mas, vou me preparar para agarrá-lo a unha pois não vou deixá-lo passar por mim sem que eu viva tudo e mais um pouco!

Bjs

Nanda

%d blogueiros gostam disto: