Tag Archives: amor

Relacionamento mal acabado

31 jan

Quando um relacionamento entre um casal termina e tudo está bem, a coisa fica bem resolvida, cada um segue seu caminho, sem disse me disse, sem ruídos na comunicação, sem mágoas.

Quando a mágoa fica no peito, quando os amigos se intrometem na história, quando surgem conversinhas sem propósitos, são sinais de que o relacionamento acabou de uma forma mal acabada.

Já vi alguns acabarem de uma forma mal acabada, sem um ponto final, com mágoa, com conversinhas paralelas, mesmo após muito tempo. Não há o certo ou o errado, simplesmente há escolhas diferentes, caminhos diferentes, vidas diferentes.

Desejo que tudo aquilo que seja inacabado se resolva e que o tempo se encarregue de todo o mais!

Bjs

Nanda

Bodas de porcelana

15 jan

Hoje é dia de comemorar 20 (vinte) anos de casamento, ou seja, minhas Bodas de porcelana.

A porcelana significa a resistência do casamento mesmo depois de duas décadas. Ela é bem delicada, e precisa de muito cuidado e atenção para que não quebre.

Hoje é dia de comemorar, de casar novamente, e com o mesmo marido! Dia para confirmar o companheirismo e o amor construído em uma vida. Dia para imaginar os próximos vinte anos juntos.

A porcelana é uma prévia da prata, metal mais resistente e não tão frágil. Daqui a cinco anos estaremos nós aqui novamente!

Te amo!

Bjs

Nanda

Deus no coração

12 nov

Estamos acostumados a ver nas novelas que quando tem uma mulher beata muito fervorosa sempre há um segredo cabeludo por trás…

Acho que na vida real é igualzinho!

Desconfio daqueles que são radicais pela religião, seja ela qual for. Não importa se estamos falando do catolicismo, da umbanda ou dos evangélicos. O exagero e o radicalismo está em todo lugar.

Mas, resolvi falar de uma observação minha. Conheço pessoas fervorosas e dedicadas à sua religião porém, cheias de ódio no coração. Falam mal de amigos, dizem palavras duras e até cruéis, jogam pragas e se revoltam quando não conseguem o que querem.

Prefiro mais aqueles que possuem Deus no coração mas, não precisam estar na Igreja a todo momento, não necessitam justificar para o mundo que são religiosos.

Deus, tende piedade dessas pessoas!

Bjs

Nanda

Dia dos namorados

12 jun

Hoje é dia de celebrar o amor, de mostrar os sentimentos ao amado, de escrever poesias, de fazer declarações, de suspirar por aí…

Graças a Santo Antônio e sua fama de Santo casamenteiro muitas mulheres rezam e fazem seus pedidos para que ele as arranje um marido.

No dia de hoje, além de muito romance, temos muitas filas nos restaurantes, preços elevados nos presentes e muita correria para conseguir agradar a amada.

Desejo um feliz dia dos namorados a todos e que suspirem por seus amores, sejam eles presentes ou passados.

Bjs

Nanda

Romantismo

11 jun

Por onde será que anda o romantismo? Aquele que costumávamos ver nos filmes do passado, quando o mocinho abria a porta do carro para a mocinha, flores e chocolates eram presentes comuns em qualquer visita e as cartinhas de amor eram repletas de poesia.

A juventude de hoje é bem diferente e despojada desses cuidados. Cuidam dos seus interesses pessoais e não se preocupam com a conquista diária e com gestos simples que podem fazer muita diferença em uma relação.

Por isso quando vejo um jovem que se destaca na multidão por seus gestos e cuidado com as mulheres, o imagino como um príncipe encantado perdido nesse tempo moderno. Aliás, moderno demais para o meu gosto!

E viva o romantismo!

Bjs

Nanda

Quando há amor não há certo ou errado

10 jun

Costumo dizer que o amor é o mais forte dos sentimentos. Quando ele existe entre duas pessoas consegue mover montanhas e superar os mais difíceis desafios.

Já vi pessoas super diferentes se amarem por toda uma vida porque o sentimento entre elas é mais forte que as diferenças.

Não há certo ou errado quando se trata das coisas do coração. Ninguém está totalmente certo ou totalmente errado. O que vale é o bom senso, o respeito ao espaço um do outro e a vontade de estar junto. Acreditar no amor ainda vale à pena!

Bjs

Nanda

Coração partido

6 jun

Os assuntos do coração nos deixam sempre melancólicos, melosos e reticentes. Jamais podemos afirmar que uma pessoa agiu da forma certa ou errada. São muitas as variáveis envolvidas e não cabe a nós, espectadores, julgar ou opinar.

Confesso que é difícil ver o sofrimento de duas pessoas que se gostam, se machucarem, se afastarem, se pirraçarem, dizerem coisas que não queriam umas às outras e seguirem sem nenhum tipo de acordo.

Quando o amor acaba, tudo se resolve por decreto. Não tem dúvidas, nem possibilidades. Mas, quando ele está ali, flutuando no meio dos dois, se mostrando todo o tempo, gritando que não vai embora, como agir?

Ainda mais quando estamos falando de jovens adolescentes, vivendo o auge da imaturidade, a necessidade de se afirmarem no mundo como pessoas fortes. Só nos resta adultos, vividos, orientar, observar, esperar e rezar para que tudo se ajeite!

Bjs

Nanda

%d blogueiros gostam disto: