Na balada

17 out

Não sou e nunca fui baladeira. Mas sempre gostei de uma farrinha. Ainda hoje gosto de sair e me divertir. A grande diferença, após o passar dos anos é que ficamos mais seletivos e passamos a selecionar mais os lugares para onde vamos.

Cansamos de tantas festas e das mil noites sem dormir. Queremos ambientes mais selecionados, com boa música, comida e bebida e muito conforto. Tudo o que lembre o carnaval, deixamos apenas para o carnaval.

As comidas e bebidas precisam ser de boa qualidade. Já não ingerimos calorias desnecessárias pois evitamos qualquer quilo extra, ao máximo. Batucadas e música sem qualidade também não fazem a nossa cabeça. Queremos tudo o que existe de melhor.

Mas, mesmo com tanta exigência, ainda curto uma balada. E se o marido acompanha, fico mais feliz ainda.

Bjs

Nanda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: