De bunda para o ar

7 nov

Quem já passou algum “mico” diante de familiares e amigos sabe bem do que vou falar…

Era uma linda festa de aniversário, a pista de dança estava cheia, adolescentes por todos os lados e a família toda entretida na conversa. Eu andava de um lado para o outro, bem agitada, organizando para que tudo estivesse perfeito.

Quem me conhece sabe que vivo de salto fino desde a hora que acordo até ir para cama dormir. Mas, nessa noite, especialmente, o salto não era tão alto e nem era fino. Tinha imaginado o conforto e o tanto que precisaria andar para dar conta daqueles meninos e meninas.

Não largava a minha taça de espumante de jeito nenhum. Andava com ela para todos os lados. Quando, de repente, escorreguei em algo que não sei bem o que foi e saí catando fichas até me estatelar no chão.

A queda foi feia. O vestido veio parar na cabeça e a minha calcinha ficou à mostra para toda a festa. Bati o joelho com toda a força do mundo e o queixo também. E, como não larguei a taça de jeito nenhum, bati ela no chão com tanta força que se esfarelou não minha mão.

Ainda não sei como não quebrei nada e nem tive um só arranhãozinho.

Bjs

Nanda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: