Desabastecimento

28 maio

Ninguém está acostumado a conviver com a falta dos principais itens para a sua própria subsistência. De vez em quando, vivemos experiências novas e que nos trazem muito aprendizado. Um grande exemplo é o momento que estamos passando com a greve dos rodoviários.

Uma única categoria resolve protestar e afeta todo o país. Difícil imaginar a força que eles possuem e a capacidade de afetar todos os setores do país. Algo que seria restrito a um único setor se transforma em uma avalanche e, em seguida, a bola de neve sai derrubando tudo o que encontra pela frente.

Caminhões parados e… nada de alimentos, nada de remédios, nada de combustível. Se não há combustível, não há viaturas de polícia, bombeiros, ambulâncias, caminhões de lixo e, nem transporte público. Se não há medicamentos, não há postos ou hospitais. Se não há comida, não há restaurantes, bares, lanchonetes, mercados ou feiras.

E, por fim, se não há transporte, não há trabalho, nem dinheiro, nem economia…

E agora?

Bjs

Nanda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: