O amor

22 ago

O amor é o mais nobre dos sentimentos, pelo menos, para mim. É o sentimento que doamos a alguém de forma gratuita. Falo, gratuitamente, pois se começamos a exigir algo em troca, ou a mesma moeda em pagamento, deixa de ser um amor verdadeiro é desinteressado.

São várias as formas de amar… Amor de mãe por um filho é sempre unilateral, sem cobranças, sem preço. Dizem que uma mãe é para mais de mil filhos e, que esses mil filhos não dão conta de uma mãe.

O amor entre amigos é baseado na amizade e confiança ao longo do tempo. É puro, sincero, porem, com exigência da troca. Não conseguimos encontrar uma amizade baseada na doação unilateral. A troca faz parte da construção desse amor.

E o amor entre um casal… Ah! Esse é o amor mais intenso que possa existir. Sempre acreditei que o amor é construído com o tempo, após o amadurecimento da paixão, de forma mais controlada e duradoura. Não entendia um amor descrito por outros como sendo a primeira vista, em poucos minutos… Hoje, tenho repensado vários pensamentos e crenças minhas e, estou concluindo que não importa o tempo e o tamanho da paixão para fazer um amor acontecer. Ele, simplesmente, acontece, quando menos se espera, quando menos se imagina.

Ah! O amor…

Bjs

Nanda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: