Avaliação do primeiro trimestre das metas para 2017 

31 mar

Depois do Ano Novo e da promessa de Vida nova, vamos avaliar como anda o meu planejamento para atingir as metas estabelecidas.

1) Bem estar

“Neste ano quero me preocupar com as coisas realmente importantes. Dizem que só o peru morre de véspera, e eu só vou morrer no meu dia, então, nada de noites de insônia, de preocupações absurdas com o que ainda não aconteceu. Quero manter o meu ritmo de malhação para que meu corpo esteja saudável, cuidar da beleza para que eu possa envelhecer bem e sempre bonita. Quero dizer não quando eu não esteja com vontade de fazer algo e fazer as coisas que me dão prazer constantemente. Quero aprender a ficar um tempo sem fazer nada , sem culpa e estresse pois, nesses momentos me conecto com meu eu interior e reflito sobre minhas ações. Quero não me arrepender pelo que deixei de fazer e fazer o que quero sem me arrepender.”

Socorrooooooo…. Que meta difícil de ser cumprida! Como não me preocupar com o futuro no meio de uma crise política e econômica? Como não perder o sono com o tamanho da corrupção instalada no Brasil? Como não engolir sapos para sobreviver? Como ficar sem fazer nada com duas filhas adolescentes exigindo a minha atenção?

Meta: 20%.

2) Conhecimento

“Gosto de conhecer um pouco de tudo, de todos e do mundo, então, como este não será um ano favorável a muitas viagens, vou me dedicar ao conhecimento por meio dos livros. Quero me infiltrar, cada vez mais, no mundo das minhas filhas para compreendê-las melhor e ajudá-las no seu caminho de conhecimento. Quero incentivá-las a gostar de boa música e mostrar um pouco do cinema clássico do mundo. Quero voltar a praticar inglês e espanhol para melhorar, cada vez mais, a fluência nas línguas.”

Mais uma meta difícil de ser cumprida… Continuo sonhando com as viagens mas, nem tudo é possível, né? Pelo menos, consigo fazer parte do mundo das minhas meninas. Acompanho os estudos, as festas, brincadeiras, amizades e dificuldades. Estou mergulhada na leitura e ansiosa por mais cultura. Mas, ainda não arranjei tempo para voltar para as aulas de inglês e espanhol.

Meta: 60%.

3) Profissional

“Quero me reencontrar profissionalmente e fazer algo que me complete como profissional. Quero, principalmente, decidir o que quero e encerrar o ciclo das dúvidas e incertezas. Quero voltar a ter orgulho de ser engenheira. Quero um sistema político mais transparente e menos corrupto, com oportunidades para todos, de forma igual.”

Acho que cumprir as metas está ficando bem difícil. Vejo a falência do sistema político do meu país, vejo uma grande desigualdade educacional e, consequentemente, falta de oportunidades para uma grande maioria. Vejo a minha classe de engenheiros totalmente marginalizada. Me vejo ainda cheia de dúvidas e incertezas e ainda buscando o reencontro profissional.

Meta: 10%.

4) Família

“De vez em quando a Mulher Maravilha volta a entrar em ação para tentar buscar a perfeição para a família. Já aprendi que não posso me separar dela mas, aprendi também que nem todos conseguem seguir o mesmo padrão. Então, busco o equilíbrio entre o perfeito e o imperfeito, entre as qualidades e defeitos de cada um para que a harmonia da família impere. Quero sabedoria para lidar com as filhas adolescentes e paciência para suportar as coisas que não gosto. Quero minha família unida e feliz, com todos cheios de sorrisos no rosto.”

Pelo menos a família vai bem, obrigada! Acredito que estou sabendo lidar com minhas adolescentes e me conformando com as coisas que não consigo mudar. Deixei de buscar a perfeição mas, ainda continuo bem perfeccionista. Aprendi a conviver com a Mulher Maravilha sem deixar ela tomar conta da minha personalidade. A harmonia familiar é o meu lema.

Meta: 60%.

5) Felicidade

“Aprendi que a felicidade não tem fim e que o sucesso para atingi-la é a forma como agimos diariamente. Quero não me deixar abater pelas derrotas sofridas e saber saborear as grandes vitórias. Quero ter força para encarar os obstáculos e as rasteiras que a vida nos traz. Quero paz interior para envelhecer bem, com um sorriso no rosto e alto astral mesmo em situações de desconforto. Quero me livrar das pessoas que não me fazem bem e estão sempre reclamando da vida. Quero espalhar o amor pelo mundo e, principalmente, para as pessoas que estão à minha volta. Quero um mundo melhor, sem violência, fome e tantas desigualdades. Quero poder contribuir para um mundo melhor.”

A felicidade faz parte do meu dia a dia e a força de vontade para seguir em frente é inerente ao meu jeito de ser. Busco estar com a bondade no coração e só fazer o bem. O brilho no olhar e o sorriso no rosto são combustíveis para seguir no caminho certo. A felicidade é o caminho que sigo na minha vida.

Meta: 80%.

Bjs

Nanda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: