Canto ao pescador

2 fev

“Jogou sua rede

Oh, pescador

Se encantou com a beleza

Desse lindo mar

Dois de fevereiro

É dia de Iemanjá

Levo-te oferendas

Para lhe ofertar

E sem idolatria

Olodum seguirá

É, como dizia Caymmi

Insigne o homem cantando a encantar

Minha jangada vai sair pro mar

Vou trabalhar meu bem querer

Sei que o mar da história é agitado

E o Olodum a onda que virá

Em forma de dilúvio vem me despertar, amor

Em forma de dilúvio vem exterminar

Com sequelas racistas

E trazendo ideais de amor e paz

Com sequelas racistas

E trazendo ideais

Oloxum, Inaê, Janaína

Mara, Mara, Mara, Marabô, Caiala, Sobá

Ê viaja, ê

Se baila

Me leva, Olodum, na sua onda

Que eu quero ir (viaja)

Me leva, Olodum, na sua onda

Que eu quero ir

Olodum, navio negreiro

Atracou em Salvador

Trouxe a música emitindo ideais da negra cor

E hoje exalta o mar, condutor da embarcação

Minha jangada vai sair pro mar

Vou trabalhar meu bem querer”

Feliz dia de Yemanjá!

Bjs

Nanda

#nandabahia #nandabahia74 #nandabahia.com #yemanja

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: