Carnaval na Bahia

22 fev

Ainda me lembro da chegada do ritmo Axé no nosso carnaval. Quem dançou “Fricote” de Luís Caldas, “Deboche” de Sarajane e o ritmo alucinante do Chiclete com Banana sabe bem do que estou falando.

Ainda me lembro de dançar ao som da batucada contagiante do Olodum, de levar horas para decorar a música Faraó mesmo sem entender muito do que ela queria dizer, de sacudir as mamães-sacode nos blocos de carnaval.

Ainda me lembro da aposentadoria da mortalha e do nascimento do abadá, das danças malucas do Asa de Águia, dos blocos feitos só para os homens tipo os Corujas e os Internacionais.

Ainda me lembro de assistir tudinho pela TV pois não tinha idade para brincar nas ruas, de acreditar que confetes e serpentinas eram coisas do passado (e eram mesmo!), de matar a vontade e ir atrás de um trio elétrico e seguir a pipoca do Chiclete (Sim, eu sobrevivi!).

Ainda me lembro como sou uma eterna foliã e amo o Carnaval da Bahia.

Bjs

Nanda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: