O bom está bom

20 out

  
Tenho observado muita gente em uma busca incansável pelo “melhor” de tudo. A melhor escola, o melhor médico, o melhor restaurante, o melhor limpador de janelas, o melhor colocador de pregos e por aí vai. Tudo tem que ser “top”, desde os serviços essenciais até os serviços mais básicos.

Essa necessidade de ter e ser o melhor em tudo causa uma ansiedade que, não julgo ser nada saudável, nos dias de hoje. Afinal de contas, o que é melhor para um, pode não ser o ideal para outros. 

 

As pessoas se desesperam para conseguir acompanhar a evolução da avaliação dos melhores. E, claro, nunca estão satisfeitas. Querem sempre melhorar.

Para mim, o melhor é tudo aquilo que me satisfaz, que está de acordo com as minhas expectativas, que cabe no meu orçamento e que não me deixa ansiosa. Qual é a melhor escola senão aquela que tem a melhor relação custo x benefício, é perto de casa e tem uma boa qualidade de ensino? Qual é o melhor médico senão aquele que é nosso amigo, que podemos contar a qualquer momento, que vai nos atender em casa?

Não é que eu seja uma pessoa acomodada ou conformada mas, não preciso buscar ter o melhor de tudo já que, na maioria das vezes, o bom está muito bom.

Bjs

Nanda 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: